A importância do diálogo na relação com seu filho
20 setembro | 2018
O menino que pode chorar é um homem melhor, acredite!
8 outubro | 2018

Meu corpo e seu corpo, quem pode tocar?

As descobertas começam cedo e chega o momento em que as crianças começam a ter curiosidade pelo corpo do outro. Quem pode tocar meu corpo? E o corpo do meu amiguinho (a), eu posso tocar? E nesse momento os pais se perguntam: quais são os limites que devem ser estabelecidos? E principalmente, como devem ser abordados?
Uma boa educação em sexualidade começa pelo conhecimento do próprio corpo e saber os nomes que podem ser dados aos órgãos genitais. Explicar na hora do banho que diferenças existem em função da idade e do gênero, que o corpo dela é só dela e deixar claro quem são as pessoas que podem ajudá-la na higiene, por exemplo.
E para conversarmos com nossas crianças precisamos vencer nossas dificuldades. Entender a diferença entre vulva e vagina (ACREDITE essa informação não irá erotizar sua filha ou filho), e sim, são apenas nomes anatômicos dados para essa parte do corpo. Como se fala boca ou nariz, deve ser natural falar vulva ou pênis.
E com certeza, de forma tranquila e natural é necessário deixar claro para a criança que ninguém sem autorização pode tocar seu corpo e que ela em qualquer momento pode se sentir à vontade para falar sobre isso com os pais.

Transforme-se pelos seus filhos!
Um beijo e até o próximo post!